Especial Halloween: Filmes de terror baseados em livros

19 outubro


Olá leitores, tudo bem?
A postagem de hoje no especial de Halloween irei citar alguns filmes que despertam em mim o interesse em conhecer ou um determinado livro, ou mesmo ler o livro em que o filme se baseia. Não é de hoje que temos a honra de assistir grandes filmes de terror e convenhamos os efeitos estão cada vez melhores, porém os clássicos não perdem seu glamour e vira e mexe acabo assistindo-os novamente. Então sem delongas vamos aos filmes.

Carrie, A Estranha
Já foram feitas diversas adaptações do livro do Stephen King e provavelmente se você gosta de filmes de terror já deve ter assistido pelo menos uma dessas adaptações. Nesse filme nos deparamos com uma adolescente que sofre bullying na escola, além de ter uma mãe totalmente obcecada e como consequência ela acaba desenvolvendo poderes psíquicos. Eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro, porém o filme despertou o meu interesse em realizar a leitura e pretendo lê-lo em breve.
A obra apresenta a adolescência de uma jovem problemática, perseguida pelos colegas, professores e impedida pela mãe de levar a vida como as garotas de sua idade. Só que Carrie guarda um segredo: quando ela está por perto, coisas estranhas acontecem, misteriosamente. Aos 16 anos, Carrie prepara sua vingança contra todos os que a prejudicaram.


Carietta White (Chloë Grace Moretz) sempre foi oprimida pela sua mãe, Margaret (Julianne Moore), uma fanática religiosa. Além dos maus tratos em casa, Carrie também sofre com o abuso dos colegas de escola, que nunca compreenderam sua aparência nem seu comportamento. Ridicularizada por todos, aos poucos ela descobre que possui estranhos poderes telecinéticos, que se manifestam com força total durante sua festa de formatura.




Cemitério Maldito
“Cemitério Maldito” (1989) é mais um filme baseado em uma obra homônima de Stephen King. A família Creed se muda para uma nova casa e tudo parece perfeito exceto pela rodovia que passa em frente a casa e o misterioso cemitério de animais que fica no bosque próximo a ela, local de grandes segredos. Quando o gato da família morre o pai sabendo do apreço que a filha tem pelo animal decide enterrá-lo no cemitério índio que tem o poder de ressuscitar os mortos, porém as consequências são graves. Após assistir o filme logo adicionei o livro a minha lista de próximas leituras e pretendo lê-lo em breve.


Louis Creed, um jovem médico de Chicago, acredita que encontrou seu lugar naquela pequena cidade do Maine. A boa casa, o trabalho na universidade, a felicidade da esposa e dos filhos lhe trazem a certeza de que fez a melhor escolha. Num dos primeiros passeios familiares para explorar a região, conhecem um 'simitério' no bosque próximo a sua casa. Ali, gerações e gerações de crianças enterraram seus animais de estimação.Para além dos pequenos túmulos, onde letras infantis registram seu primeiro contato com a morte, há, no entanto, um outro cemitério. Uma terra maligna que atrai pessoas com promessas sedutoras e onde forças estranhas são capazes de tornar real o que sempre pareceu impossível.

Recentemente os Creeds se mudaram para uma nova casa nos arredores de Chicago. A casa é perfeita, exceto por duas coisas: os reboques, que vivem fazendo barulho na estrada, e o misterioso cemitério no bosque atrás da casa. Os vizinhos dos Creeds estão relutantes em falar sobre o cemitério e eles tem um bom motivo para tal comportamento. Gradativamente o casal toma conhecimento da verdade e ficam chocados ao saberem do perigo que seus filhos correm. Quando o gato da família morre atropelado, eles o enterram em um cemitério índio que tem o poder de ressuscitar o que for deixado naquele terreno, mas as conseqüências são inimagináveis.

Psicose
“Psicose” (1960) é um clássico do cinema adaptado por Alfred Hitchcock com base no livro homônimo de Robert Bloch. É nesse filme que conhecemos Norman Bates um psicopata que foi inspirado em Ed Gein um famoso assassino que costumava exumar cadáveres de cemitérios e fazer troféus com eles. O filme ficou extremamente conhecido devido a famosa cena de assassinato no chuveiro. Eu já li o livro Psicose e em breve terá resenha dele aqui no blog.


Marion Crane é uma secretária (Janet Leigh) que rouba 40 mil dólares da imobiliária onde trabalha para se casar e começar uma nova vida. Durante a fuga à carro, ela enfrenta uma forte tempestade, erra o caminho e chega em um velho hotel. O estabelecimento é administrado por um sujeito atencioso chamado Norman Bates (Anthony Perkins), que nutre um forte respeito e temor por sua mãe. Marion decide passar a noite no local, sem saber o perigo que a cerca.

Psicose, o clássico de Robert Bloch, foi publicado originalmente em 1959, livremente inspirado no caso do assassino de Wisconsin, Ed Gein. O protagonista Norman Bates, assim como Gein, era um assassino solitário que vivia em uma localidade rural isolada, teve uma mãe dominadora, construiu um santuário para ela em um quarto e se vestia com roupas femininas. Em Psicose, sem edição no Brasil há 50 anos, Bloch antecipou e prenunciou a explosão do fenômeno serial killer do final dos anos 1980 e começo dos 1990. O livro, assim com o filme de Hitchcock, tornou-se um ícone do horror, inspirando um número sem fim de imitações inferiores, assim como a criação de Bloch, o esquizofrênico violento e travestido Bate, tornou-se um arquétipo do horror incorporado a cultura pop.
Drácula
Mesmo com diversas adaptações para o cinema ainda tenho a curiosidade de ler a obra homônima de Bram Stoker. Os vampiros nessa versão não são bonzinhos, o Drácula é um monstro, mas ainda assim continua extremamente convidativo para conferir a obra.



Drácula (Bela Lugosi) é um conde vindo dos Cárpatos que aterroriza Londres por carregar uma maldição que o obriga a beber sangue humano para sobreviver. Após transformar uma jovem em vampira ele concentra suas atenções em uma amiga dela, mas o pai da próxima vítima se chama Van Helsing (Edward Van Sloan), um cientista holandês especialista em vampiros que pode acabar com seu reinado de terror.

Drácula, de Bram Stoker, está entre as mais famosas histórias de terror de todos os tempos. Rompeu os limites do livro e foi adaptada para a TV e o cinema, traduzida para diversos idiomas e encenada no teatro, retratada em quadrinhos, transformada em comédia e musical. Agora, chega às suas mãos pelos traços de Eugênio Colonnese – gênio brasileiro dos quadrinhos –, que nos brinda com sua feliz releitura deste clássico.

Você pode gostar

11 comentários

  1. Ola Anna!
    Adorei seu post. Perfeito, só clássicos!
    Com exceção de Psicose que ainda não li, embora tenha o livro comigo. O restante li e assisti, amo Dracula e sou muito fã de S. King.
    Ótimo,ótimo post.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ola Anna!
    Adorei seu post. Perfeito, só clássicos!
    Com exceção de Psicose que ainda não li, embora tenha o livro comigo. O restante li e assisti, amo Dracula e sou muito fã de S. King.
    Ótimo,ótimo post.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oiii, tudo bem?
    Eu não assisto filmes de terror :3 Sou muito medrosa :P mas leio os livros, então fiquei interessada neles hahahah
    Só não leria os do King porque acho a narrativa dele um tédio sem fim hahahah
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Adoro filmes de terror, por isso seu post me agradou bastante.
    Dos filmes citados o único que assisti foi Drácula, mas pretendo assistir aos outros, principalmente Psicose, tenho muita curiosidade com essa história.
    Livros não li nenhum, mas pretendo lê-los também.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  5. ahhaha já li e assisti todos. De Dracula, assisti várias das adaptações, de Nosferatu ao filme com Klaus Kinski. <3
    Já Carrie eu vi as adaptações antigas...a nova com Cloe ainda não vi...
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oiii, apesar de não ter lido nenhum dos livros, vi todos os filmes hehehe. Adoro terror, então... amei o post!!! Bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu não sabia que tinha filme do livro Carrie a estranha. Adoro ler os livros do King, mas nem todos os filmes baseados em seu livros eu gosto. Vou arriscar assistir esse. Drácula eu adoro, filme e livro. Adorei o post!


    Tatiana

    ResponderExcluir
  8. Olá, adorei o post...gosto bastante do gênero e por isso adoro o mês de outubro.
    Já assisti todos os filme e li alguns dos livros também...quero muito conferir 'O Cemitério' do grande mestre King.

    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Oii,

    Ótimas dicas!! Já assisti o Carrie, que adoro, e o Drácula que é um clássico!!! Amo o Drácula também, e já quero assistir os dois de novo. Parabéns pelo post.

    beijos

    ResponderExcluir
  10. Já tinha ouvido falar de todos os livros, mas assistir eles são outros quinhentos porque sou muito medrosa.
    Mas já assisti a adaptação de Carrie e não fiquei tão assustada assim.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Adorei o post pois adoro filmes de terror.
    Eu já assisti a duas versões de Carrie A Estranha, mas ainda não tive oportunidade de ler o livro. Já psicose eu já li o livro e assisti a duas versões cinematográficas tbm, Drácula eu já vi vários, mas tbm não li o livro. ^^

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Facebook

Instagram