Resenha: O Lado Feio do Amor

15 setembro



É difícil falar de uma leitura que gostei tanto que parece ter roubado o meu chão. Mais uma vez Colleen Hoover demonstrou seu talento e habilidade na escrita ao trazer um New Adult que me tocou de uma forma tão profunda e pela primeira vez fiquei pensando no que o lado feio do amor pode fazer alguém se tornar. Não é só mais uma história, é também uma narrativa intensa cheia de segredos que vai te fazer pensar e se emocionar. Nem tudo  na vida são flores e o amor muitas vezes também não é tão fácil quanto pensamos ser.
Tate está se mudando para o apartamento do seu irmão Corbin para fazer o mestrado de enfermagem e ao chegar na porta de casa, não tem uma entrada exatamente receptiva. O vizinho do seu irmão está completamente bêbado, deitado na porta e ela precisa passar por ele para entrar em casa. Inicialmente, o contato dos dois não é nada bom, mas no outro dia eles decidem tentar novamente e ela passa a conhecer o atraente Miles Archer, que assim como o seu irmão também é piloto de avião.
A tensão entre eles diminui quando Miles viaja com Corbin e Tate para passar o dia de Ação de Graças na casa da família dos irmãos. Tate e Miles passam a ficar atraídos um pelo outro e eles não conseguem ficar afastados. Porém Miles deixa claro para Tate que não quer um relacionamento sério e estabelece duas regras: jamais perguntar sobre o seu passado e nem esperar um futuro.
O Lado Feio do Amor foi uma leitura intensa e ao mesmo tempo intrigante por trazer tantos segredos. Quando Tate aceita as condições de Miles, no fundo ela espera um amor, enquanto ele não revela nenhuma emoção. Ela tenta chegar perto dele, mas ele é escorregadio e seu coração não está aberto.
A cada página lida, eu sentia uma angústia por dentro e queria descobrir o que de tão cruel havia acontecido com Miles para ele querer ficar tão longe do amor. É impossível não querer conhecê-lo, compreender seus medos e anseios e ao mesmo tempo desejar que ele pudesse encontrar um novo caminho.
O livro é narrado em primeira pessoa, sendo intercalado por Tate no presente e Miles no passado. Aos poucos, vamos compreendendo melhor cada um dos dois personagens e é impossível não se surpreender com a força deles.
A escrita da Colleen é cativante e a leitura me prendeu desde as primeiras páginas. Os personagens secundários também são bem construídos e não poderia deixar de mencionar Cap - um octogenário que se torna um grande amigo de Tate e é bem divertido.

O Lado Feio do Amor me tocou de uma forma tão grande que vai ser impossível esquecer o seu conteúdo. Comecei a leitura sem grandes expectativas e ao longo do livro as emoções passaram a tomar conta de todo o meu pensamento. Não é só um livro de amor, é também uma história de recomeços e de como se encontrar mesmo quando se sentir tão só. É um livro que mostra que mesmo o amor tendo um lado que ninguém quer conhecer, ainda assim precisamos acreditar nele, e que muitas vezes ele pode ser a única resposta em meio a uma vida tão cruel. É uma leitura que recomendo sem dúvidas. Você vai se apaixonar!


Você pode gostar

0 comentários

Facebook

Instagram