Se havia um filme que estava ansiosa para assistir esse ano sem dúvidas era “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, sou potterhead de carteirinha e adoro tudo ligado a esse universo, seja contos que a autora publica no Pottermore ou curiosidades que ela posta no twitter. Esse ano J.K. Rowling presenteou a todos os fãs, teve contos sobre a história da magia da América do Norte no Pottermore (clique aqui para ler), teve ebook que reuniu vários contos com diversos assuntos, teve o roteiro da peça “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada” e por fim, mas não menos importante teve a tão esperada estréia de “Animais Fantásticos e Onde Habitam”. O filme é um prequel, ou seja, antecede a história de Harry Potter, mais precisamente cinquenta e quatro anos antes do ‘garoto que sobreviveu’ nascer.
Eu não pude comparecer a pré-estréia do filme, porém na primeira oportunidade que tive eu a aproveitei e mais uma vez a autora me surpreendeu e se mostrou uma excelente roteirista, o filme ficou bem humorado, emocionante e bem consistente. O filme já começa nostálgico, a trilha sonora da abertura é a mesma de Harry Potter e claro, impressiona desde o princípio.  Dessa vez o foco principal é o famoso magizoologista britânico Newt Scamander (Eddie Redmayne) que portando uma maleta mágica repleta de animais fantásticos chega em Nova York e por acidente alguns desses animais escapam. Ele precisa resgatá-los antes que causem um problema maior, como a exposição do mundo mágico para os trouxas (não-maj na América do Norte).
Neste filme somos apresentados a uma organização nova do mundo mágico que já conhecemos, temos novas nomenclaturas, porém nos deparamos com referências que já conhecemos desde Harry Potter, como por exemplo, o símbolo das relíquias da morte e menção a Dumbledore (que diga-se de passagem estará presente nos próximos filmes da série). Além disso, o público alvo dessa vez não é mais infantil, os fãs que acompanharam Harry Potter desde criança e agora são adultos sem dúvidas ficaram satisfeitos.
O roteiro tem uma história consistente e repleta de detalhes, o órgão regulamentador do mundo mágico é o Congresso de Magia dos Estados Unidos da América (ou MACUSA) e assim como o Ministério de Magia possui aurores que defendem o mundo mágico. Porém, também tem grandes divergências, as leis são bem mais rígidas das praticadas pelo Ministério da Magia e proíbem por exemplo, o contato dos bruxos com os não-maj. O Congresso é presidido é Serafina Picquery (Carmen Ejogo).
O elenco está incrível e todos os personagens são bem elaborados, a equipe que ajuda Newt a recuperar os animais é composta por um não-maj (Jacob Kowalski  interpretado por Dan Fogler) que acredito que foi a cereja do bolo no quesito humor, uma ex-auror (Porpentina Goldstein interpretada por Katherine Waterston),  e por uma bruxa que lê mentes (Queenie interpretada por Alison Sudol). Os ‘segundo Salemianos’ são uma organização de não-maj que querem se ver livres dos bruxos em Nova York, porém não são levados a sério, sua líder é Mary Lou (Samantha Morton) é uma carrasca e tem vários filhos adotivos. Outro destaque do filme fica por conta de Graves que é o diretor de Segurança Mágica da MACUSA, que se aproveita do incidente ocorrido com a maleta mágica de Newt (Colin Farrell) para culpá-lo por outros incidentes que vem acontecendo em Nova York.
Em relação a parte técnica do filme (mesmo não entendendo muito sobre o assunto) achei o filme bem dirigido, as cenas bem construídas e os efeitos especiais bem elaborados. A trilha sonora também me agradou bastante. Enfim, adorei o filme e super recomendo para todos que gostam desse universo mágico, mas reitero que o filme não tem nada relacionado a Harry Potter que não sejam breves referências ao universo mágico que já conhecemos anteriormente, além disso, apresenta um enredo voltado para um público adulto.


10 Comentários

  1. Oii Carol, tudo bem?
    Menina eu to louca para assistir esse filme que você nem imagina garota, até agora só li comentários positivos,mas esperarei sair dos cinemas para ir assistir.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. olá,Carol... mesmo sabendo que não há ligações diretas com Harry potter, ainda assim não me animei pra assistir... talvez eu veja se meu marido quiser ver, e pela net mesmo...

    mas que legal que vc curtiu o filme e que ele foi produzido com muito cuidado na parte técnica...
    bjs...

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Quero muito assistir, estava doida atrás de filmes assim. Quase não tenho assistido nada.

    Muito bom!!

    www.lumartinsblog.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Carol, não tenho muito interesse de ver o filme, apesar de todo os elogios que já li sobre ele. Que bom que os atores estão atuando bem, e que todo o conjunto de cenários e música enriqueçam o filme.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Carol! \o/
    No dia que fui no cinema o filme ainda não tinha entrado em cartaz, então decidi olhar outro. Ainda pretendo assistir esse filme e tenho certeza que irei amar, não por ele ter referências a Harry Potter, mas sim por envolver magia! <3 Como não gostar né?

    Beijos e até logo! ;)

    ResponderExcluir
  6. Olá! Assisti a esse filme e também amei demais! Adoro HP e estava super animada para ver Animais Fantásticos. Já sabia o que esperar da história e fui surpreendida positivamente. O filme ficou realmente muito bom e os efeitos especiais estão incríveis! Não vejo a hora de lançarem o próximo! :D
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Adorei sua opinião sobre o filme, já assisti e fiquei apaixonada pela história.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Esse filme <3
    Eu fui conferir o filme no dia seguinte à estréia e caraca, não achei que me apaixonaria mais ainda por esse mundo mágico. ^^ A história criada pela JK é ótima, os atores escalados atuaram magnificamente. Achei incrível e já quero rever várias vezes e também já estou ansiosa para o próximo filme que é só em 2018.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Carol ^^
    Pense numa pessoa que anda ansiosa para ver esse filme! Fiquei bem feliz em saber que o enredo é 100% original e feito pela rainha Rowling. Assim, não vai ter os haters dizendo que o filme não se parece com o livro e blá blá blá.
    Também gostei de saber que a película tem um ar mais voltado para as pessoas adultas porque os potterheads que acompanham desde os primeiros filmes de HP estão adultos e merecem continuar em enredos que acompanhem suas idades, sabe. Eu ficaria um pouco decepcionado se o enredo fosse infantil porque já não sou mais um potterhead criança e tenho certeza que não acharia divertido certas cenas ou ficaria surpreendido.
    Pelos trailers que vi, a película está sensacional e não vejo a hora de ver nas telonas. Tenho certeza que a lágrima vai rolar solta com a música de abertura característica do mundo criado pela J. K. Rowling.
    Parabéns pela crítica, Carol. Agora vamos viver esse novo sonho que é acompanhar os filmes dessa franquia nova. ^^
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oiii
    Eu li todos os livros e assisti a todos os filmes de Harry Potter na minha adolescência. Ver uma "continuação" pra galera que acompanhou HP nesta fase -há quase 12 anos atrás quando eu acompanhei- é muito bom. Eu não estava assim tão animada para ver o filme, uma vez que me decepcionei (em parte) com o "morte súbita" da J.K.Roliwlinf, e por esperar que "Animais fantásticos" seria para o mesmo público de HP, os adolescentes... Sua resenha me animou.
    Valeu.,,, hehe

    ResponderExcluir