Resenha: Cidade dos Etéreos

28 julho

Contém spoilers do primeiro volume da série. Confira a resenha O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares o primeiro volume da série.

 Cidade dos Etéreos  é o segundo volume da série O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Demorei um pouco para iniciar essa leitura, não por falta de interesse e sim por acabar passando outras a frente, mas quando tive a oportunidade de ler eu praticamente devorei o livro. Assim como o primeiro volume da série esse divide opiniões, tem o grupo dos que não gostaram e os que gostaram, eu faço parte do segundo. Gostei bastante da narrativa, da forma como o autor conduz os fatos e o mistério que é desenvolvido nesse volume. 
O segundo livro começa exatamente no ponto que se encerra o primeiro, as crianças peculiares embarcando em botes rumo ao desconhecido, no ano de 1940, para salvar a mentora deles a Srta. Peregrine que está presa em sua forma de ave. As crianças não sabem exatamente como devem proceder e o que precisam fazer, só que precisam sair da ilha em que moram em busca de outra Yimbryne em outras fendas temporais. Ao longo do caminho enfrentam grandes obstáculos ao mesmo tempo que descobrem mais sobre a história dos peculiares.
Jacob e Emma guiam o grupo de crianças e precisam tomar decisões importantes para manter todos em segurança. Jacob precisa ainda lidar com a sua recém descoberta de ser um peculiar, compreender como funciona as habilidades que possui e decidir o que ele de fato quer, se é permanecer no passado (1940) ou seguir sua vida no presente junto com os seus pais. Além disso, precisa lidar com o amor que sente por Emma.
Ao longo do desenvolvimento compreendemos também um pouco mais sobre os objetivos dos acólitos e etéreos. O enredo é repleto de ação, situações de perigos e também são apresentados ao leitor alguns novos peculiares. O grupo por diversas vezes conta com a sorte para continuarem vivos, mas também precisam agir de uma forma não convencional para a idade deles, aprender a lidar com a morte, inimigos e derrotas. Assim como no primeiro livro a narração é feita sobre o ponto de vista de Jacob, logo o leitor se surpreende e faz descobertas junto ao personagem que está sendo apresentado ao mundo peculiar. 
Vale ressaltar que o livro é juvenil, todas as vezes que embarco no gênero tento ter a visão da faixa etária para o qual foi escrito e dessa forma avaliar. Através dessa perspectiva eu achei a história bem original e todas as peculiaridades muito bem aplicadas com um toque bizarro que eu adorei.  Mais uma vez as fotografias me surpreenderam e conferiram ainda mais originalidade a história, um complemento visual que na minha opinião enriquece ainda mais a experiência de leitura. O mistério que se desenvolve ao longo da trama é sensacional, o leitor é conduzido por uma direção para ter uma grande surpresa no final, ao mesmo tempo que as pistas corretas estavam presente por todo o livro.
A leitura foi dinâmica e fluida, até o momento esse é na minha opinião o melhor livro da série. O segundo volume encerra com um gancho final sensacional, assim como ocorreu no primeiro e já estou ávida para ler o terceiro, esse será lançado em breve no Brasil e também será publicado pela Intrínseca. A editora ainda irá lançar o livro extra Contos Peculiares que é o mesmo que  acompanha o grupo ao longo da jornada do segundo volume.
Outro ponto que gostei bastante foi a presença de uma entrevista com o autor no final do livro. Lá encontrei informações relevantes sobre o processo de criação, como as fotos foram selecionadas, as adaptações que ele fez após decidir qual foto seria utilizada para a descrição de determinados trechos do livro e ainda uma prévia das fotos que aparecem no terceiro volume.


A edição do segundo volume se difere do primeiro por ser capa dura e ter tamanhos diferentes, isso ocorre devido ao fato de terem sido publicados por editoras diferentes. No mais, por dentro segue o mesmo padrão, as folhas são amareladas (papel polem), as divisões de capítulos são bem parecidas (tem uma variação de cor) e as páginas que as fotografias são apresentadas remetem a um álbum de fotos antigo. Logo no início de Cidade dos Etéreos nos deparamos com o registro de peculiares e não-peculiares que foram apresentados no primeiro volume, com a foto e a habilidade de cada um. Eu gostei bastante da presença do registro pois ajuda a quem leu a mais tempo o livro antecessor se recordar dos personagens e se situar novamente.
Indico a leitura para todos que gostam de literatura infanto-juvenil fantástica. Acredito que as pessoas que gostaram do livro Os Goonies acredito também irão apreciar bastante a leitura. Para todos que leram o primeiro volume e estão ansiosos pela continuação vale a pena investir nesse livro.

Você pode gostar

14 comentários

  1. Adorei a resenha!
    Já queria muito ler a série, agora quero ler em dobro, hahaha!
    http://my1life2in3books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu estou simplesmente doida por estes livros, comprei recentemente no Submarino os dois juntos e estou aguardando chegarem para eu passar na frente sem dó, rsrs. Já vi inúmeras resenhas e todas muito positivas, não vejo a hora de me render também!!!
    Não sabia que este possui uma entrevista com o autor no final do livro, legal!

    Bj, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiee Carol ^^
    Como eu ainda não li o primeiro livro, dei uma puladinha na sua resenha *-* confesso que nunca tive vontade de ler "O orfanato da Srta. Peregrine", mas de uns tempos para cá tenho visto tanta coisa boa a respeito dele que não me aguento de curiosidade! Saber que está chegando a data de estréia do filme (mais ou menos, né...) me anima ainda mais. Fico feliz em saber que você gostou do livro :)
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi, fiquei interessada nessa série depois que vi o trailer do filme do Tim Burton, achei a premissa bem interessante e quando fui procurar sobre o livro fiquei interessada, pois achei o enredo bem diferente de tudo que já li e esse segundo parece ainda ser melhor, e sua resenha só instigou a minha curiosidade. Dica anotada.
    bjus

    ResponderExcluir
  5. Olá tudo bem??
    Adorei sua resenha, acabei de comprar esses dois livros e então com certeza vou ler, você só me deixou com mais vontade de ler!
    Beijus
    www.bibliotecaempoeirada.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu amei o primeiro e não não vejo a hora de adquirir esse segundo livro. Gostei do seu ponto de vista, agora só me falta dinheiro hahahaha

    ResponderExcluir
  7. OOi!
    Até então não tinha nenhum pingo de vontade de ler esses livros, achava que era algo bem diferente do que realmente é. haha. Após ler sua resenha ele começou a me interessar. Dica mais que anotada!
    Ótima resenha!

    Beijoos!
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Essa é uma série que eu quero MUITO ler, adoro essas coisas meio bizarras, e pelo jeito deve ser uma leitura muito boa mesmo. Assisti o trailer do filme e curti muito a trama, mas antes quero ler.
    A edição da intrínseca está linda, pena que eles não podem lançar o primeiro de novo. :(
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Carol!
    Até tive certa curiosidade de lê-lo na época em que o primeiro livro foi lançado, mas mesmo tratando-se de um livro juvenil o teor mais sombrio e bizarro do enredo me repele totalmente, rs. Ainda assim, realmente concordo com você sobre esse aspecto visual ser um complemento original e bom para a história, quando bem utilizado, o que parece ter sido muito o caso. Espero que você goste ainda mais do terceiro livro.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
  10. Carol, eu li apenas o primeiro livro e infelizmente ele não me ganhou.
    Achei ele apenas okay.
    Acredito que não gostei pelo tom meio sombrio que ele tem devido as fotos e o romance de Jacob e Emma não me agrada.
    Mas deve ser legal a parte em que começamos a conhecer mais sobre acólitos e etéreos.

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Ainda não li nenhum livro dessa autoria e achei interessante.
    Porém não é do gênero que tenho preferido ler. Talvez mais pra frente eu o leia.
    Gostei bastante da resenha e a capa do livro é bem instigante.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Não li a resenha todo por medo de spoilers, já estou lendo a o primeiro livro da série, mas estou no comecinho e espero gostar da história e ler os próximos livros. As fotos dos livros são lindas, e a diagramação está maravilhosa, bem caprichada!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  13. Que bom que devorou o livro, que gostou da narrativa e da forma como o enredo foi desenvolvido. Esse toque bizarro e as fotografias são o que me afasta dessa série, simplesmente não me vejo lendo. Mas deve ser bem legal essa entrevista com o autor.

    ResponderExcluir
  14. Oi Carol!
    Lembro que quando o primeiro livro foi lançado não fiquei muito afim de ler, mas bastou o burburinho a respeito dele ficar intenso pra bater aquela curiosidade.
    Tenho já uma noção do que vou encontrar e, depois que vc falou de Os Goonies (que eu amo demais da conta) sinto que vou adorar! A única coisa que me deixa "meio assim" são aquelas fotografias. Sou medrosa pra caramba, certeza que não conseguiria ler a noite por causa delas. hahaha
    Beijos

    ResponderExcluir

Facebook

Instagram