Sinopse: Madeline possui muitas habilidades preciosas: é uma excelente desenhista, escreve cartas como ninguém e tem uma criatividade fora do comum. Mas se tem algo em que ela nunca consegue obter sucesso, por mais que tente, é em se sentir confortável quando está cercada por muitas pessoas… Chega a lhe faltar o ar! Um baile para ser apresentada à Sociedade é o sonho de muitas garotas em idade para casar, mas é o pesadelo de Maddie.
E, para escapar dessa obrigação, a jovem cria um suposto noivo: um capitão escocês. Ela coloca todo o seu amor em cartas destinadas ao querido – e imaginário – Capitão Logan MacKenzie e convence toda a sua família de que estão profunda e verdadeiramente apaixonados.
Maddie só não imaginava que o Capitão “MacFajuto” iria aparecer à sua porta, mais lindo do que ela descrevia em suas cartas apaixonadas e pronto para cobrar tudo o que ela lhe prometeu.

O primeiro livro que li de Tessa Dare foi Romance com o Duque e não posso negar que fiquei encantada com a leitura. A forma como a autora narra a história é surpreendente e suas personagens são mais fortes do que imaginamos, além de terem muita criatividade. Com A Noiva do Capitão não foi diferente. Mais uma vez, Tessa me surpreendeu e provou sua habilidade incrível em escrever romances históricos que são dignos de se tornarem filmes.
Madeline Eloise ou Maddie como era conhecida pela família tinha pavor de estar em público e ela se sentia bem melhor em meio as suas ilustrações e já nem se lembrava de quando começou o seu primeiro desenho. A ideia de se socializar ou aparecer em bailes a apavorava, mas ela sabia que não tinha como escapar disso. Ela vivia com o seu pai e a sua madrasta que sonhava em arranjar-lhe um bom casamento e quando sua madrasta disse que gostaria de apresentar-lhe um rapaz, mas Maddie disse que tinha conhecido alguém e é a partir dessa mentira em que sua história com seu inventado Capitão Logan Mackenzie começa. Ela passa a escrever cartas para ele e a envia para algum lugar sem saber seu destino, contando coisas importantes da sua vida.

"Querido Capitão MacFajuto,
Existe algo mais horripilante do que ser testemunha do caso de amor de seu próprio pai? Argh. Todo mundo sabia que ele precisava se casar de novo para ter um herdeiro. Encontrar uma esposa jovem e fértil era o que fazia mais sentido."

Porém, como toda história de amor que começa por uma mentira precisa terminar, Maddie não encontra alternativa a não ser dizer para todos que o Capitão morreu e passar por um longo período de luto. Durante esse tempo ela havia herdado um castelo e morava com sua tia Thea e após alguns anos tudo estava bem até ela receber uma visita inesperada: o Capitão Logan Mackenzie e ele ainda havia lido todas as suas cartas! Como lidar com uma mentira tão grande quando o personagem principal é mesmo real? E quando ele sabe de todas as suas mentiras e a ameaça de deixar todos saberem da verdade se ela não cumprir suas promessas? Como será conviver ao lado de alguém que por tantos anos Maddie criou em sua imaginação?
A Noiva do Capitão é um livro maravilhoso que tem a magia dos contos de fadas e a percepção do quanto uma mentira pode ser difícil de ser desfeita. Enquanto Maddie é uma jovem que luta pelos seus sonhos e acreditava estar condenada a solteirice, Capitão Logan Mackenzie é um homem que só deseja reconstruir sua vida em um lugar seguro para ele e os homens que o acompanham da guerra. Uma guerra que deixou sequelas na vida de todos eles.
Mais uma vez, Tessa me surpreendeu ao construir personagens que são perfeitos, mas que tentam conviver com os seus problemas e com a convivência vão descobrindo que outros sentimentos podem surgir. Narrado em terceira pessoa, é possível compreender a dimensão de cada personagem na trama e ao mesmo tempo se divertir com alguns momentos de tensão entre eles. Para quem procura um romance histórico diferente e ao mesmo tempo encantador, eu recomendo este livro!


Deixe um comentário