Durante muito tempo esse livro esteve presente em minha meta de leitura. A capa me chamou a atenção de imediato e ao ler a sinopse, fiquei ansiosa para começar a leitura. Porém, só li muito tempo depois e ao terminar esse livro, tive vontade de ter começado antes, uma narrativa tão encantadora assim, não merece ficar guardada por tanto tempo.
Durante muitos anos, Amelie Wood teve uma infância feliz ao lado da sua família. Porém com a morte dos pais ela foi para um orfanato e ao completar dezoito anos era hora de abandonar esse lugar pelo qual já havia passado tantos momentos maravilhosos ao lado de suas amigas. Amie não sabia o que a esperava lá fora, mas sua mãe não a tinha deixado desamparada. A advogada Anita estava cuidando de tudo e Amie havia herdado a casa em que morava com os seus pais, além de uma quantia em dinheiro que sua mãe havia juntado. Desde que foi para o orfanato, Amie guardava com ela o livro Doce Acaso, que era um presente de sua mãe e contava a história de Beth Levitt, uma bailarina que se apaixonou por um príncipe.
No aniversário de dezoito anos, seu desejo era ser Beth Levitt, a personagem que a inspirava todas as vezes que lia a sua história. De volta para casa, Anita orientou Amie e ao ficar sozinha ela precisava enfrentar a vida e sair em busca de um emprego. E é nessa jornada em que ela conhece Tony Norton, um olheiro que busca pessoas para comerciais e convence Amelie a fazer parte de uma seleção para comercial de xampu. Apesar do plano inicial não sair exatamente como esperava, Amelie acaba participando de um teste para o cinema e sem saber o que falar, ela encena alguns trechos do seu livro e ela nem imagina que é para o filme Doce Acaso, além da surpresa de ter que dividir o palco com Chris Martin, o ator do qual ela é fã.
Quero ser Beth Levitt é um livro incrível e ao mesmo tempo tão delicado que não posso deixar de falar o quanto amei a escrita da autora. Inicialmente, achei os capítulos um pouco demorados e alguns até detalhados mais do que eu esperava, mas a medida em que fui lendo, não conseguia mais parar. A narrativa é envolvente e Amelie é uma jovem com um coração puro, mas ao mesmo tempo muito ingênua. Ao sair do orfanato, ela não estava preparada para o mundo lá fora, mas não importava as adversidades, a sua única luta era manter-se fiel aos ensinamentos dos seus pais. Apesar de passar por muitos momentos difíceis, ela sempre acredita que o amor é capaz de vencer e não desiste tão facilmente dos seus sonhos.
O livro é narrado em terceira pessoa e com isso é possível compreender melhor os personagens da trama. Muitos personagens secundários entram na vida de Amelie, alguns como vilões e outros como heróis, lembrando um autêntico conto de fadas. São bem construídos e todos contribuem de alguma forma para o crescimento de Amelie.
Quero Ser Beth Levitt é um livro encantador que superou todas as minhas expectativas. A trama é cheia de reviravoltas e alguns capítulos apresentam um pouco de suspense também que me fez ficar mais ansiosa para chegar até o final. O romance que aparece na história é tão lindo, tão verdadeiro, sendo construído aos poucos e sem pressa.
É um livro que fala sobre amor e também sobre ter um coração puro, mesmo quando o mundo diga o contrário. É delicado, singelo e ao mesmo tempo tão marcante que fica difícil querer chegar ao final e despedir-se dessa leitura. É um conto de fadas contemporâneo que vai ganhar o seu coração. Portanto, se você procura uma leitura assim, esse é o livro que recomendo sem dúvidas!



7 Comentários

  1. Oi, Thalita!
    Essa capa, realmente é a primeira coisa que chama atenção... super delicada!
    Pelo enredo, o livro daria uma ótima adaptação para o cinema ou talvez como série de tv. O que você acha?

    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  2. Ain, que fofinho que parece ser... Não bastasse essa capa linda, vc ainda diz que ele é um conto de fadas contemporâneo, aí pronto, tá feito o estrago, quero ler pra ontem já! hahaha E gostaria de ler o Doce Acaso também, parece ser tão lindo quanto Quero Ser Beth Levitt.

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    A premissa do livro é bem interessante. Desconhecia a obra, mas acredito que irei amar fazer sua leitura devido à narrativa interessante e os temas levantados como amor e ter um coração puro.
    A capa é muito bonita e é muitas vezes através dela que faço minhas escolhas de leituras rsrs portanto essa obra já entrou na minha lista de desejados.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Thalita.
    Parece ser um livro que cativa o leitor. A personagem principal perdeu os pais bem nova e deve ser fantástico acompanhar o crescimento dela ao longa da trama. Ainda que apareça pessoas ruins tentando lhe fazer mal, também há pessoas boas. A narrativa ser em terceira pessoa permite ao leitor ter uma visão mais ampla da história e isso é muito bom.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Oi Thalita.

    Esse conto de fadas contemporâneo já conquistou meu coração pela capa e lendo sua resenha o livro parece ser encantador.Adoro livro recheados de de reviravoltas com um pouco de suspense. Isso consegue prender minha atenção até o final da história. Com certeza é um romance que preciso ler. Dica Anotada.

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Quero ser Beth Levitt é um livro que está na minha lista de desejos, na verdade quero todos os livros da minha xará, que é um amor de pessoa, tive o prazer de conhece-la e encontra-la duas vezes, e nossa que simpatia! Fico feliz que o livro tenha te agradado e entendo sua ressalvas sobre os capítulos, eu também não sou chegada a capítulos muito grandes, parece que demora um pouco mais para leitura fluir, mas bom saber que apesar disto a trama é boa e envolvente! Espero ler logo!

    http://www.daimaginacaoaescrita.com/

    ResponderExcluir
  7. Querida Thalita,

    Que delícia ler essa resenha tão carinhosa sobre "Quero ser Beth Levitt"!!! Fico muito feliz em saber que a leitura a encantou tanto, após passar um tempo aguardando na estante hahaha :) Também faço isso com alguns livros, deixo-os esperando e, quando leio, eu me pergunto por que não comecei antes! Mas acredito que cada livro tem o momento certo para entrar no coração da gente... né? :)

    Beijo enormeeee! E obrigada novamente!
    Sam :*

    ResponderExcluir