Contos de Terror – Tomo I” traz cinco contos de terror, sendo dois de Rudyard Kipling ( “As dificuldades da vida – A marca da besta” e “Riquixá fantasma”) os outros três de autores diferentes, são eles: Ambrose Bierce (“A morte de Halpin Frayser”), H.P. Lovecraft (“A cor do espaço distante”) e Nathaniel Hawthorne (“Ethan Brand – Capítulo de um romance abortivo”). Esses contos são classificados como literatura gótica e possuem como características principais o uso do terror psicológico (principalmente, uso da demência) e o imaginário sobrenatural (presença de fantasmas, seres cósmicos, entre outros).
O primeiro aspecto que me chamou a atenção para realizar a leitura desse livro foi a edição que está muito bonita, começando pela capa em um tom de verde musgo que apresenta uma composição simples, abaixo do título segue um desenho de um pequeno corvo. A edição ainda possui algumas ilustrações no início de cada conto, essas chamam a atenção e apresentam um pouco do contexto do conto que virá a seguir.
O segundo aspecto que me chamou a atenção foi a presença de um conto de H.P. Lovecraft, ainda não havia lido nada do autor, porém tendo conhecimento da sua contribuição para o gênero de terror logo me vi interessada em ler a obra em questão. Já adianto que o conto do Lovecraft foi o que mais me agradou e sem dúvidas me deixou curiosa para ler mais contos e obras do autor.
A organização apresentada no livro não deixa a leitura dos contos cansativa, pelo contrário o leitor é convidado a embarcar nesse universo de terror e aos poucos é possível conectar um conto com o outro e assim encontrar elementos em comum entre eles, deixando a leitura ainda mais agradável mesmo sendo um gênero que causa um pouco mais de tensão. Através de narrativas inteligentes aos poucos fui me sentindo confortável dentro do gênero e logo me vi convidada a explorar mais afundo outras obras dos autores apresentados.
Todos os autores merecem ter destaque, mas para essa resenha não ficar cansativa não entrarei em pormenores na vida de todos. Rudyard Kipling possui dois contos nessa obra, ambos ambientados na Índia, eu não tenho o costume de ler livros ambientados na cultura indiana, confesso que me surpreendi com a escrita do autor e logo me vi instigada a conhecer outros textos dele. Uma das obras mais famosas de Kipling é “The Jungle Book” (O Livro da Selva) que reúne sete contos sendo três deles sobre Mogli, um garoto indiano que foi criado por lobos. Mesmo conhecendo a história através das inúmeras adaptações, inclusive assisti ao filme lançado esse ano (2016) eu ainda não tinha lido nada do autor, portanto foi uma surpresa agradável ter contato com esses dois contos.
Todos os autores da obra são referências em literatura fantástica e é bem interessante como os elementos desse gênero se encaixam bem com o terror, formando contos fáceis de serem lidos, que despertam o interesse do leitor e o convidam a buscar novas leituras do gênero. A leitura fica de fato leve e mesmo para quem não está preparado para encarar o universo de terror (ou que tem medo) esses contos não são do tipo que tiram o sono das pessoas. São sim leituras surpreendentes e podem ser ótimos predecessores para quem pretende iniciar na literatura de terror, ou para quem ainda tem receios com o gênero.
A leitura é rápida, fluida e dinâmica, pois os contos não são demasiadamente longos. A edição como já mencionei no início dessa resenha está muito bem feita, o papel utilizado é de ótima qualidade, possui diagramação e tamanho de fonte confortável. Portanto, se você está em busca de um livro de terror, porém com contos curtos e não tão assustadores essa pode ser uma ótima leitura.


10 Comentários

  1. Olá Carol!
    Não estou acostumada com livros de terror, mas de vez em quando bate aquela vontade de ler algo diferente, não é?
    Não conhecia esse livro, mas me interessei pelo fato de serem contos (o que eu adoro, ainda mais quando os contos de um livro de conectam) e de terem criaturas sobrenaturais. Também adorei o fato desses contos terem uma narrativa dinâmida e não darem medo.
    Fiquei interessada em ler as histórias ambientados na Índia, é sempre bom conhecer novas culturas por meio dos livros :)
    Beijos... Samantha Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  2. Oi Carol!
    De fato a capa é bonita, chama muito a atenção. Não conheço o H.P. Lovecraft, mas fiquei bem curiosa pra ler algo dele. Gostei da conectividade dos contos, tenho receio de ler livros de contos por causa disso. Mas eis aí um grande ponto a favor, e ainda faz o leitor querer explorar mais. Bacana.
    Eu curto livros de thriller psicológico, mas não de terror mesmo. Então achei que esse deve ser um ótimo livro pra começar a sair dessa zona de conforto. kkk
    Espero ter oportunidade de ler!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Carol.

    Adorei sua resenha, pois mostrou um livro que não conhecia e fiquei com muita vontade de ler. Adoro terror e este ano eu li vários contos e sabendo que contém um conto de H.P. Lovecraft, já me conquistou. Eu pretendo continuar lendo contos ano que vem e vou adicionar este livro na minha lista de desejados. Fiquei curiosa.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Olá! Eu tenho receio de ler terror, ainda mais com toques sobrenaturais, pois esse tipo de leitura me deixa angustiada! A edição realmente parece estar bem bonita e fico feliz em saber que a organização dos contos não permite que a leitura se torne cansativa e que seja rápida, fluida e dinâmica!
    Boa dica para iniciantes e medrosos como eu!
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oiee Carol ^^
    Não leio terror, e não porque tenho medo (ok, eu tenho kkk), mas também porque o gênero não me agrada. Até acho interessante quando a história nos apresenta um personagem psicologicamente "alterado", mas isso me assusta um pouco, então eu tento afastar livros assim *-* ainda não conhecia os autores, mas fico feliz que você tenha gostado do conto, e se interessado em ler mais obras dos autores.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  6. Oi Carol, você fez uma apresentação primorosa do livro, mas é terror e este gênero e e não combinamos de jeito nenhum hahahaha, mas tenho certeza que é uma opção de presente para amigos que curtem o gênero.

    Bjo
    Tânia Bueno
    Faces da Leitura

    ResponderExcluir
  7. Eu adooooro contos, quando são de terror é melhor ainda! Eu também nunca li nada do Lovecraft, mas tenho muita vontade. E acho que irei iniciar por esse livro de contos, que edição mais bela! Gostei demais da sua resenha, ainda não conhecia o livro, então já foi para os desejados.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bom?
    Nunca tinha ouvido falar desse livro confesso, mas vou procurar onde poso comprá-lo kkk. Muito interessante saber que são contos, assim como você disse na resenha podemos conhecer mais sobre acada autor. Tenho um grande interesse em ler algo do Lovecraft, sempre ouço falarem muito bem dele. Você me deixou curiosa para ler sobre este autor que escreve sobre costumes indianos, e claro me deixou curiosa para ler e ver mogli, assisti só ao desenho. Adorei os pontos que você ressaltou.

    Bjux ;)
    entrelinhasalways.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Não conhecia o livro, não sou muito de ler contos, mas sempre fico interessada ainda mais de terror, gênero que venho me interessando ultimamente. O legal é que podemos conhecer cada autor, cada estilo e achei isso interessante. Não conheço Lovecraft e nunca ouvi falar rsrs.. será uma oportunidade de saber quem é e o seu trabalho.

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Gostei da resenha e por mais que eu não seja chegada a ler livro de contos, fiquei interessada nesse, principalmente por conta do gênero dos contos. Fico feliz em saber que a edição esta tão boa e o quanto você o recomenda, acredito que será uma leitura interessante, espero mesmo gostar!

    http://www.daimaginacaoaescrita.com/

    ResponderExcluir