A menina que não sabia ler” do autor John Harding é um livro envolvente e cheio de mistérios que tive contato há alguns anos atrás. O autor utiliza em sua narrativa elementos de suspense que instigam o leitor, induzindo-os por um caminho longe do óbvio e por vezes um tanto perturbador. Quando soube que teria uma continuação dessa história vi meu interesse em saber mais sobre a jovem narradora do primeiro volume, Florence, se reacender e assim que tive a oportunidade eu o li. Mais uma vez me vi fisgada pela escrita de John Harding e me peguei elaborando novas teorias a respeito sobre as situações apresentadas nesse novo volume.
No segundo volume o narrador é um homem misterioso que se apresenta como Dr. John Sherphed, um jovem médico que irá auxiliar o Dr. Morgan no tratamento de pacientes de uma clínica psiquiátrica para mulheres que fica isolada em uma ilha. Sherphed pretende recomeçar a sua vida do zero e acredita está tendo uma segunda chance após sobreviver a um acidente de trem um pouco antes de se encaminhar para trabalhar no hospital.
A história do livro é ambientada em uma época em que os portadores de doenças mentais eram submetidos a tratamentos cruéis como banhos de água fria e contenções durante horas ou mesmo dia. Se acreditava que não existiam métodos eficazes para curá-los, ou amenizar os efeitos de suas doenças, portanto eram considerados um verdadeiro transtorno tanto para sociedade quanto para a família. A “melhor” opção era interná-los em clínicas onde passariam o restante de suas vidas.
Sherphed assim que chega a ilha fica chocado com o tratamento que é oferecido às pacientes. Quando toma conhecimento de um método chamado Tratamento Moral, uma terapia totalmente diferente da difundida na clínica, começa a argumentar sobre com o Dr. Morgan que acaba cedendo uma paciente para que Sherphed experimente as técnicas dessa terapia. A paciente escolhida é uma jovem que alega ter perdido a memória e que costuma inventar palavras, seu nome é Jane Pomba, mas já a conhecemos como Florence narradora do primeiro volume da série.
Nem tudo são flores e logo acontecimentos misteriosos começam a ser apresentados na trama, todo mundo tem segredos e nem tudo de fato é o que parece ser. A medida que fui me aprofundando na história logo me vi envolvida tentando desvendar todos os mistérios apresentados. O passado do Dr. Sherphed vai se revelando de forma gradual, ao mesmo tempo em que ele se propõe a descobrir os segredos do Dr. Morgan.
Eu esperava encontrar mais respostas em relação ao que aconteceu com Florence após o primeiro livro, mas não as encontrei e isso não é spoiler já que a narrativa é feita pelo Dr. Sherphed e não por ela. Florence é uma incógnita tanto para Sherphed quanto para o leitor e mais uma vez algumas respostas se encontram nas entrelinhas do livro. A sensação ao terminar a leitura é de um milhão de possibilidades a serem exploradas e me resta ficar na torcida para ter uma sequência narrada pela Florence.
A edição do primeiro volume para o segundo apresenta algumas diferenças, meu primeiro volume é edição econômica, lembro que na época que comprei só tinha essa opção, a segunda edição por sua vez apresenta orelha e o papel é amarelado, tem uma pequena diferença no tamanho e a fonte adotada na lombada é diferente. A capa das duas edições é bem atrativa e convidativa.
É possível realizar a leitura sem ter conhecimento prévio do primeiro livro, porém indico que leia na ordem, pois assim o leitor poderá ter uma ideia melhor sobre quem Florence (Jane Pomba) e assim se preparar para o que pode vir a acontecer. Os personagens são bem construídos, tem personalidades fortes e conduzem o leitor a suspeitar do que de fato é verdade e qual é a verdadeira intenção de cada um.
A leitura é rápida e fluida, as descrições e construções de cenas são bem elaboradas e passam longe de ser cansativas. A escrita do John Harding é muito boa e vale a pena conhecer. Indico a leitura para todos que gostam de literatura gótica que utiliza suspense, imaginário sobrenatural e terror psicológico.


11 Comentários

  1. Olá!
    Apesar de você falar que é possível fazer a leitura desse volume sem ter lido o primeiro, eu fiquei meio perdida na história e acho melhor fazer a leitura do primeiro antes. Achei o livro bem interessante e vou adicionar na minha lista de leituras.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. olá, flor... desde que tomei conhecimento dessa história fiquei a fim de ler, mas ainda não o fiz... mesmo podendo ler fora de ordem prefiro começar pelo anterior...
    triste o que acontecia com os doentes mentais internados nessas instituições. :(
    a premissa do livro sempre me atraiu, tentarei comprar logo...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  3. Aprecio quando o livro é perturbador e foge do óbvio. Este tipo de história muito me interessa: "A história do livro é ambientada em uma época em que os portadores de doenças mentais eram submetidos a tratamentos cruéis como banhos de água fria e contenções durante horas ou mesmo dia." são mais que simples narrativas, são recortes históricos.

    ResponderExcluir
  4. Oiii Carol, tudo bem?
    Sempre tive bastante vontade em realizar a leitura dessa obra e a sua resenha me deixou aqui babando, não é sempre que encontramos algo desse tipo, e com toda certeza quero comprar, o primeiro e o segundo e essa capa está um arraso.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oi Carol, acredita que não li o volume 1 ainda? Pois é, estou precisando correr atrás do prejuízo...
    Eu sempre prefiro ler mesmo na ordem, para melhor entender os fatos e os personagens, apesar de não ser tão necessário neste caso.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi Carol, tudo bem? Só de ler a resenha já fiquei triste com o que acontecia com os doentes nessas clínicas :( Ainda acho que tem muita coisa errada, mas muita coisa já melhorou.
    Ainda não li os livros, mas tenho vontade, espero ter a oportunidade. E tomara que tenha um novo livro, com essas informações :)
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. OOi!
    Eu me lembro que sempre via o primeiro volume em promoção, tinha até vontade de ler pelo preço. kkkk. Mas ele nunca chamou tanta atenção minha. Mas lendo sua resenha acabei gostando bastante da premissa dele. Tenho quase certeza que seria uma que me agradaria. Fiquei bem curiosa para conhecer a escrita da autora.
    Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  8. Nossa, que livro lindo! Acredito que seja uma leitura emocionante. Eu não conhecia, a obra, mas como se trata do segundo volume colocarei os dois na lista. O bom é que é possível fazer uma leitura em sequência. Prefiro assim, embora você tenha dito que dá para ler fora da ordem.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  9. Oii!

    Adorei a resenha. Já tinha ouvido falar do livro e depois da sua resenha me deu ainda mais vontade de ler!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi Carol, adorei sua resenha...tenho bastante interesse em ler essa obra e seu antecessor. Mas não sabia que dava para ler fora de ordem. Valeu a dica!

    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Oi Carol!
    Esse livro já tinha me chamado a atenção, mas sempre adiava a leitura e lendo a sua resenha aquela curiosidade e vontade voltaram.. mas acredito que não conseguirei ler esse ano,mas com toda certeza estará na listinha do próximo ano. Gosto de histórias envolventes e com mistérios. Espero gostar!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir