Eu fiquei bem empolgada para ler este livro desde que a Globo Alt anunciou o lançamento. De início eu já estava encantada com a capa e após ler a sinopse não tive dúvidas que gostaria de fazer a leitura. Eu já tinha lido alguns comentários bem promissores da obra e comecei a ler a história com grandes expectativas.
Sherazade é uma jovem de dezesseis anos que se voluntaria para se casar com o rei Khalid Ibn Al-Rashid depois da morte da sua melhor amiga Shiva, que foi assassinada pouco tempo após casamento. Em Khorasan, Khalid Ibn Al-Rashid é visto como um califa jovem cruel por matar as esposas ao amanhecer. E é pela morte de Shiva que Sherazade faz uma promessa aos seus familiares de que ela vai sobreviver e tudo o que ela quer é matar o rei e vingar a morte da amiga. Após o casamento, para sobreviver, Sherazade tenta seduzir o rei com histórias encantadoras que não tem fim e sempre continuam no dia seguinte. E todos os dias, ela dorme com medo de que o próximo dia seja o seu último nascer do sol.
Logo o rei percebe as suas intenções, mas por algum motivo ele deixa Sherazade vivendo, mesmo tendo fortes motivos para matá-la. E é convivendo no palácio que a jovem conhece um pouco mais do menino-rei e ao mesmo tempo  deseja conhecer fortemente os motivos que o levou a cometer tantas mortes cruéis e mesmo sem querer ela vai se afeiçoando ao califa que assassinou a sua melhor amiga.
Um dos personagens secundários que tem destaque na trama é o Tariq, que é apaixonado pela Sherazade e é seu amigo de infância. Tudo o que ele deseja é libertá-la do califa. Apesar da paixão pela jovem, não há exatamente um triângulo amoroso nesse livro, pois é possível perceber que Sherazade estava aos poucos se encantando pelo rei.
A Fúria e a Aurora é uma releitura do famoso livro As Mil e Uma Noites, que na versão original conta a história do rei Shariar que ao descobrir a traição da esposa a assassina junto com o seu amante e decide casar-se todas as noites e ao nascer do sol mandaria executar a esposa. Mas essa situação muda quando ele conhece Sherazade que todos os dias cria uma história que promete continuidade nos dias seguintes e assim ela vai sobrevivendo.
A Fúria e a Aurora é um livro intrigante e ao mesmo tempo encantador com personagens bem construídos. Apesar da maldade aparente do jovem rei, aos poucos o personagem mostra-se bem diferente e não tem como não gostar dele. A personagem Sherazade é bem forte e determinada e vive em conflito com o seu coração que parece não querer obedecê-la.
Apesar da narrativa surpreendente, achei a leitura um pouco arrastada no início, mas a medida em que ela se desenvolve e os fatos vão acontecendo, não consegui parar de ler até chegar na última página. Fiquei com o coração na mão quando finalizei o livro, porque infelizmente a continuação vai demorar um pouco para ser lançada no Brasil.
O livro é narrado em terceira pessoa, o que contribuiu para conhecer um pouco mais de todos os personagens envolvidos na trama. No início do livro, também tem um glossário para ajudar a compreender algumas palavras usadas na história, mas quase não recorri a ele, porém eu fiquei um pouco perdida no inicio, mas no momento que a leitura fluiu, acostumei com a narrativa da autora.
Para quem gosta de releituras com muita originalidade, além de embarcar em uma cultura diferente, esse é o livro que recomendo sem dúvidas!


22 Comentários

  1. Não sabia que o livro era uma releitura, mas adoro fantasia. Realmente essa capa é linda demais e já me fez querer rs. E gostei bastante da sua resenha.

    Beijos (http://psamoleitura.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
  2. Olá
    eu amo releituras e adorei poder conferir essa obra, que para mim, se tornou uma leitura incrível. No começo, pode ser um pouco arrastada mesmo, mas depois quando a gente se envolve tudo se torna incrível. Adorei sua resenha, especialmente por você detalhar bem os pontos interessantes do livro.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Thalita,
    Acho primordial termos originalidade em releituras e isso me pareceu bastante presente nessa obra.
    Ainda não li As Mil e Uma Noites, mas é impossível você dizer que nunca ouviu falar nada da história, não é? Achei a premissa desse livro bem interessante e bem trabalhada. Um ponto que me agradou foi você ter dito que a história é intrigante.
    Mais do que anotei a dica de leitura. Quero para ontem.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Só fui descobrir depois que terminar que era uma releitura de As Mil e uma noites, mas acabou não me influenciando em nada porque nunca tinha visto falar do livro.
    Enfim, eu amei esse livro, se tornou um dos meus favoritos com certeza, e não vejo a hora da editora publicar o segundo livro

    ResponderExcluir
  5. Oi Thalita, desde a primeira vez que eu fiquei sabendo que seria lançado esse livro, eu fiquei animada por ser uma história que eu sempre gostei, sem contar que o trabalho da capa ficou incrível!
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  6. Não curto releituras, mas amo a Sherazade e acho que é uma das melhores protagonistas da vida. Fiquei imaginando esse inicio lento que você comentou e que ainda bem, não te fez desistir do livro. Espero poder conferir em breve e achei a capa bem bacana também!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?! Eu estava prestes a falar que o enredo era bem parecido com a história de mil e uma noites quando você disse se tratar de uma releitura. Eu amo essas releituras e suas singularidades. Já fiquei encantada pelo livro somente pela sua resenha e pretendo conferir em breve.
    Bj

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?! Eu estava prestes a falar que o enredo era bem parecido com a história de mil e uma noites quando você disse se tratar de uma releitura. Eu amo essas releituras e suas singularidades. Já fiquei encantada pelo livro somente pela sua resenha e pretendo conferir em breve.
    Bj

    ResponderExcluir
  9. Olá!! :)

    Eu nao conhecia o livro e confesso que nao fiquei la muito interessado... Ainda que seja original, nao aprecio nada releituras!! ahah :)

    Bem, nao sou mesmo de terceira pessoa, mas concordo que da para conhecer melhor um pouco de cada personagem melhor! :) Que bom que gostaste! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Nunca li nenhuma releitura, mas assisto muitas, o livro pareceu ser interessante com personagens bastante marcantes e a trama do livro parece deixar o leitor bastante preso no livro.

    ResponderExcluir
  11. Oi Flor
    Adoro releituras e só vejo resenhas elogiando essa história e principalmente a personagem incrível.
    Pena que esse início meio lentinho te desanimou, mas não te impediu de continuar e no final valeu a pena.
    Com certeza quero ler.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  12. Oi Thalita, tudo bem?
    Desde que esse livro foi lançado estou doida para conferir ele, e minhas expectativas só aumentam quando me deparo com tantas opiniões positivas a respeito dele. Não conheço muito bem "As mil e uma noites", mas amo releituras e ás vezes elas chegam ficar melhores que os contos originais. Estou intrigada em como muitas leitoras dizem que o jovem rei é um cara ruim que é impossível não gostar, e não vejo a hora de ter o livro em mãos para saber se compartilho da mesma opinião. Ah, e eu achava que o livro era único, não sabia que vai ter uma continuação.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  13. Lembrei do livro! Eu o conheci no encontro com a editora. Lembro que não fiquei tão interessada na leitura dele, apesar de ter achado o enredo interessante.
    Uma pena que o início demorou a pegar, isso muitas vezes dificulta a continuação da leitura. Não sabia que teria continuação, achei que fosse livro único.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Oi Thalita,
    Estou querendo muito ler esse livro, tanto pela releitura, quanto pela ótima aceitação do público, para mim a única dificuldade é falar todos esses nomes complicados, enrola até a minha língua, hahaha.
    Tenho curiosidade para saber as histórias de Sherazade e saber como os dois terminam. Nunca li "Mil e uma noites" então, acho que é uma boa oportunidade de conhecer a história através dessa obra.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  15. Helloo, tudo numa nice?!
    Eu fiquei super curiosa com a obra por ser uma releitura e como nunca li Mil e uma noites fui conferir este. Mas acabei deixando de lado a leitura, apesar da empolgação, porque percebi que a medida que as coisas iam acontecendo eu poderia ou não ficar entediada porque sabia que ela ia contar histórias toda noite e que obviamente eles dois iam acabar se apaixonando. Então eu decidi não prosseguir e ler algo que eu verdadeiramente fosse querer e me surpreender. Não gosto tanto assim de releituras, apesar de ter lido algumas. Mas enfim... eu concordo que o livro em terceira pessoa é melhor porque há uma amplitude maior do mundo e podemos conhecer os outros personagens com mais clareza e não sobre o ponto de vista de uma personagem só.
    Beijin...

    ResponderExcluir
  16. Você diz que o livro é uma releitura, mas achei absolutamente igual o Mil e uma noites. Eu gosto de releituras, mas elas tem que me surpreender, e essa eu acho que não. Adoraria ver algo novo sobre essa história que é fantástica. Fico muito feliz que você tenha gostado e tenho certeza que muitos outros gostarão também, mas esperava algo mais.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Ainda não li As mil e uma noites, e achei bacana ter a releitura, sua resenha está muito boa e realmente parece que o livro é interessante. A capa é muito bonita, e esse seria um livro que eu compraria pela capa. Espero ler em breve. Obrigada pela dica. Bjinho! ;-)

    Janaína Oliveira | Blog Notinhas de Rodapé

    ResponderExcluir
  18. Olá.
    As Mil e uma noites é um dos meus contos favoritos. Sou apaixonada desde criança por essa história e sempre admirei a inteligência e a força de Sherazade. Ela sempre foi para mim o exemplo da mulher que quero ser.
    Então não é surpresa que eu esteja fascinada com esse livro. Adoro esses livros que trazem uma releitura de contos que conhecemos na nossa infância.
    Por mais que a maioria mude alguns fatos e tente trazer para um lado moderno,sobram sempre aqueles pedaços com gosto de infância e ingenuidade.
    Já estou adicionando esse livro na minha listinha, que de pequena só no diminuitivo.
    Obrigada pela dica.
    Bjs, Mila.

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Hey!
    Essa não é a primeira resenha que leio desse livro, e como eu disse na outra, achei que a história pode ser um pouco confusa, principalmente pelos nomes complicados de pronunciar. Eu realmente não tinha me tocado que era uma releitura, e embora pareça ser um enredo bem interessante e uma capa maravilhosa, não tenho certeza de que eu realmente quero adquiri-lo. De qualquer forma, pode ser que algum dia eu dê uma chance.
    Um abraço!

    https://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Estou vendo resenhas tão positivas do livro que a cada uma que leio me empolgo ainda mais para realizar a leitura. Primeiro porque eu amo releituras, segundo, acho incrível conhecer outras culturas. Acho que a única coisa que me preocupa é o inicio que você comenta que ficou um pouco perdida... Isso é uma coisa que me incomoda e faz com que eu desista do livro, mas, como depois a história flui, prometo dar uma chance um pouco maior para esse começo :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Sabe que eu morro de vontade de ler esse livro desde que vi sobre o lançamento? pena que não tive oportunidade ainda. Adorei ver que você gostou da história, ela é bem diferente de tudo que li até hoje e isso me anima bastante, até para conhecer outras culturas, e o enredo é bem curioso. Espero ter uma oportunidade de ler ele uma hora dessas.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  22. Hey, tudo bem?
    Eu acho que nunca li uma releitura e não sei se iria gostar, mas esse parece ser um bom livro para ser uma "primeira leitura" do gênero... Fico feliz que você tenha gostado da história. Ah, achei a capa bem bonita.

    Beijos

    ResponderExcluir