Eu estava com vontade de ler esse livro há algum tempo e depois de ler comentários maravilhosos sobre ele, arrisquei a leitura e simplesmente amei. Apesar de muitas vezes sentir um pouco de angústia durante a história, o livro é apaixonante e o amor entre Richard e Hanna é intenso e apesar das barreiras verdadeiro.
Hanna é uma jovem gótica de 17 anos que estava voltando para Londres para ficar com sua mãe Diana depois de um desentendimento com o seu pai e a sua madrasta.
Diana organizava a festa de réveillon dos Larsen e como algumas moças haviam faltado, Diana pede Hanna para ajudá-la. E foi durante a organização que Hanna conhece Richard Larsen, um garoto que a princípio foi visto por ela como "engomadinho", mas que aos poucos demonstra ser totalmente diferente do que ela imagina.
Hanna faz amizade inicialmente com Ruby, a irmã de Richard que não tem muitos amigos e que encontra em Hanna uma boa companhia. A partir desse momento Richard e Hanna passam a se conhecer e iniciam uma grande amizade com encontros e desencontros que marcam a vida dos dois durante anos.
Mais tarde surge um amor entre eles, mas com a distância fica difícil superar os obstáculos que aparecem ao longo do relacionamento. Aos poucos a vida de ambos vão mudando, amadurecendo, acompanhando o tempo que passa.
Sempre Foi Você é um livro  maravilhoso, marcado por amor, amizade, família, sendo o clichê apaixonante, mas ao mesmo tempo angustiante pelos desencontros ocorridos.
O livro é narrado em terceira pessoa, o que contribui para visualizar todos os personagens da trama. Tanto Richard quanto Hanna têm pais separados e todos eles tem um papel fundamental na vida dos dois.
Os capítulos se passam com uma diferença entre meses ou ano, com acontecimentos importantes que marcaram a história dos Estados Unidos, como o 11 de setembro que deixa muitas marcas na vida dos personagens. A minha única barreira durante a leitura do livro foi essa, já que os anos vão se passando rapidamente e momentos importantes da vida dos personagens também, mas a leitura permanece encantadora.
Enfim, recomendo o livro para todos aqueles que gostam de um bom clichê romântico e que acreditam no amor. Vale a pena a leitura!



Deixe um comentário