O livro a vida secretas das abelhas é narrado sobre o ponto de vista de Lily Owens, uma jovem de 14 anos que perdeu sua mãe quando tinha apenas quatro anos. Sua relação com o pai é conturbada, por isso o chama pelo próprio nome T. Ray. Os dois moram em uma fazenda situada no sul dos EUA, onde cultivam pêssegos. Rosaleen é como se fosse a governanta da casa, foi contratada após a morte da mãe de Lily e desde então cuida dela.
Lily não possui amigos, sempre teve dificuldades de se entrosar na escola. Sua professora sempre a incentivou ler e isso despertou nela o sonho de ser escritora.  Durante o verão trabalhava em uma banca vendendo os pêssegos cultivados na fazenda. Seu pai nunca demonstrou nenhum afeto, sempre a castigava e não gostava que ela lesse. Sua relação com Rosaleen era o que mais se aproximava de um afeto verdadeiro. Próximo a plantação de pêssegos Lily mantinha em segredo uma pequena caixa com alguns pertences de sua mãe que havia achado, eram eles: um par de luvas, uma fotografia e a imagem de uma virgem Maria negra. O que a intrigava na imagem era o fato de ter o nome da cidade de Tiburon escrito no verso. Sempre que possível ficava admirando os pertences de sua mãe e imaginando como ela era.
Além disso é importante fazer um contexto histórico dos EUA no ano de 1964 para se entender melhor a história. Os estados do sul tiveram sua economia baseada na escravatura, o que acabou deixando marcas profundas nas relações sociais desses estados. Apresentando grandes desigualdades entre brancos e negros.  No ano de 64 foi assinado os direitos civis que decretavam o fim da segregação racial em espaços públicos e o voto universal independente de nível educacional ou condição social.
Após a assinatura dos direitos civis Rosaleen decide então se registrar para votar, acompanhada de Lily elas vão até a cidade com esse próposito, porém no caminho se envolvem em uma confusão, onde Rosaleen é vítima de preconceitos raciais. As duas são presas, T. Ray tira Lily da cadeia, porém deixa Rosaleen lá e ela é espancada pelos mesmos homens que a insultaram antes de ser presa. Lily então bola um plano com a finalidade de fugir de seu pai, salvar a vida de Rosaleen e chegar a Tiburon para descobrir alguma coisa sobre o passado da mãe dela.
Lily resgata Rosaleen no hospital onde está internada, as duas conseguem uma carona para uma cidade próxima a Tiburon.  Ao chegarem a Tiburon logo ficam sabendo a origem da imagem da Virgem Maria negra e então chegam a casa das irmãs August, June e May. Lily pede abrigo usando uma mentira que era órfã e estava indo morar com uma tia, mas precisava de um abrigo por um tempo. August a irmã mais velha concorda em hospedá-las. Lily começa a trabalhar com apicultura junto com August e Rosaleen a ajudar May nas tarefas de casa. June é contra a estadia de Lily.
A partir desse ponto Lily passa a admirar e gostar cada vez mais de August. Zach que também ajudava com a apicultura, logo se torna amigo de Lily e desenvolvem um pequeno romance. Lily passa a conhecer as histórias da virgem negra e acaba construindo sua fé. Ela anseia por contar a verdade porém tem medo da reação das irmãs e o que isso causaria a ela e Rosaleen.
Esse é um livro que aborda vários temas: fé, sonhos, perdão, amor, a vida em sociedade, relacionamentos e preconceitos. A vida em sociedade sempre foi complicada e os preconceitos raciais infelizmente ainda resistem ao tempo. O livro mostra como é possível unir pessoas através da fé, como as mágoas são capazes de mudar seus comportamentos e principalmente como é difícil perdoar, seguir em frente e buscar a realização dos seus sonhos. É uma leitura que sem dúvidas vale a pena, faz você se emocionar e imaginar como tudo poderia ser diferente.
O livro foi adaptado para as telonas e seu elenco não deixa a desejar, composto por grandes atrizes como Queen Latifah e Dakota Fanning. Primeiro eu li o livro e em seguida vi o filme e recomendo a todos essa ordem.



Deixe um comentário